segunda-feira, 3 de agosto de 2015

As 10 melhores vitórias brasileiras na Fórmula 1.

Desde uma tarde de outono norte americana em Outubro de 1970 até um dia de verão italiano em Setembro de 2009, pilotos brasileiros que passaram pela Fórmula 1 cruzaram a linha de chegada na 1° posição 101 vezes sendo dessas 101 vitórias, 41 de Ayrton Senna, 23 de Nélson Piquet, 14 de Emerson Fittipaldi, 11 de Rubens Barrichello , 11 Felipe Massa e 1 de José Carlos Pace. Com certeza você se lembra de algumas desses momentos entre as 101 vitórias, por isso trago um post hoje fazendo um TOP 10 com uma seleção de dez melhores vitórias brasileiras na categoria, vamos lá, está dada a largada para mais um post:

             




                                                                             

                                                       
                                                  10°: Felipe Massa no GP Brasil 2006



Foi a 2° vitória de Massa, a 1° de um brasileiro em casa desde Ayrton Senna em 1993, Massa largou na pole e manteve-se na liderança quase de ponta a ponta, outras duas coisas chamaram a atenção, Massa usando um macacão verde e amarelo e também a despedida de Michael Schumacher da Ferrari. 


9°: Dobradinha Piquet-Senna 1986 em Jacarepaguá



A 1° corrida da clássica temporada 1986, onde Nélson e Ayrton duelaram até fazerem uma dobradinha, corrida essa que marcou a estreia de Piquet na Williams, os dois brasileiros trocaram de posições várias vezes durante a prova, mas por fim Piquet se deu melhor!

                                     
                                8°: Primeira vitória da carreira de Fittipaldi, em Watkins Glen.


Foi a 1° vitória de Emerson Fittipaldi e a 1° vitória brasileira também, Emerson largou em 3° mas assumiu a ponta e não perdeu mais o controle de sua Lotus até a bandeirada final.


7°:Dobradinha Piquet-Moreno em Suzuka 1990.


Foi um dia de festa para os Brasileiros, desde o pelêmico título de Senna e a dobradinha das Benetton de Nélson Piquet e roberto Pupo Moreno. Senna largou na pole mas bateu com Prost na largada, com os outros abandonos, a dupla brasileira da Benetton festejou no pódio junto ao piloto japonês Aguri Suzuki.


6°: Vitória de Ayrton Senna em Portugal 1985.


Foi a 1° de 41 vitórias de Senna, que largou na pole num dia chuvoso em Estoril, a partir daí não perdeu a liderança por nenhum momento mais e venceu de forma brilhante de ponta a ponta com sua Lotus.



5°: Dobradinha Pace-Fittipaldi no GP Brasil 1975.


O frances Jean Pierre Jarier largou na Poleposition, Fittipaldi em segundo, Jarier abandonou na volta 32 com problemas na bomba de combustível, mas dentro das estratégias de corrida José Carlos Pace é quem se deu bem, assumiu a ponta, deixou as McLarens para traz e trouxe seu Brabham para vitória, foi a 1° dobradinha brasileira e a única vitória de Pace na Fórmula 1.

4°: Vitória de Ayrton Senna no GP Brasil 1993.


As Williams de Damon Hill e Alain Prost fizeram o dever de casa e largaram na 1° fila, Senna fez o que pôde, mas só largou em 3°, de início a corrida parecia ser de Prost novamente, mas Senna mostrou um grande ritmo tentando partir pro ataque de Hill, porém Prost só aumentava a vantagem, na volta 27 começou chover, Senna foi para os boxes e fez bem, pois com a pista molhada Prost que tinha uma corrida em mãos rodou e abandonou, com isso Hill pulou pra ponta, mas não foi capaz de segurar Senna com toda sua experiencia. Com isso Senna venceu de forma brilhante o seu 2° GP Brasil, pra ficar mais marcante ainda, a torcida invadiu a pista para comemorar e interditou a pista, Senna foi levado de Carro ao pódio e chegando lá ainda recebeu o troféu de vencedor do grande penta campeão Juan Manuel Fangio.

3°: Vitória de Senna em Mônaco 1992.



A temporada de 1992 até a 5° etapa estava sendo dominada por Nigel Mansell, a sua Williams sobrava e o então campeão Ayrton Senna vinha sofrendo com os problemas de sua McLaren.
Na qualificação, Mansell fez a poleposition com Ricardo Patrese na 2° posição, a Williams de novo na 1° fila. Na largada Mansell manteve a ponta, mas Senna logo passou Patrese e pulou para 2°, por muitas voltas Nigel liderou sossegado, até que parou por estar com problemas nos pneus e no balanço do carro, após um Pit Stop mais demorado que o normal, Senna passou à sua frente com uma vantagem de 7 segundos, mas Mansell com toda sua potencia apertou rapidamente e faltando 3 voltas do fim já estava colado em Senna, então começou a perseguir Senna loucamente colocando o carro a todo tempo lado a lado e Senna segurando a liderança com muito cuidado, até que conseguiu levar a liderança até a bandeirada e vencer, algo que parecia impossível sem a capacidade de Ayrton controlar o carro em Mônaco.

2°: Vitória de Rubens Barrichello no GP da Alemanha 2000


O Grande Prêmio da Alemanha 2000 realizado em Hockenheimring. Foi a primeira vitória de Rubens Barrichello que largou em 18°, Na largada Schumacher e Fisichella bateram, com o passar das voltas Rubens ganhava muitas posições e até certa altura da prova permaneceu em 4°, até que nas voltas finais optou por permanecer na pista à entrar no box e colocar pneus de pista molhada em virtude de uma chuva que começava. A estratégia foi sugerida pelo próprio piloto. As McLarens de Mika Hakkinen e David Coulthard não puderam alcança-lo, foi a primeira vitória de um piloto brasileiro desde que Ayrton Senna ganhou o GP da Austrália em 1993.

1°: Vitória de Ayrton Senna no GP da Europa 1993.


Era um dia chuvoso de abril em Donington, interior da Inglaterra, no Sábado Alain Prost e Damon Hill fizeram jus ao potencial de suas Williams, Michael Schumacher largou em 3° e Senna em 4°, na largada Senna quase perdeu a 4° posição, mas logo na curva 4 passou Schumacher e logo depois passou Damon Hill, ainda na 1° volta, Ayrton conseguiu passar Prost e assumir a ponta de forma brilhante e aumentar a vantagem de forma frenética, não se sabe se era os outros que estavam muito lentos, ou Senna que estava mais rápido que o normal, pois ao final da prova sua McLaren tinha uma vantagem de 1:23.199 para o segundo colocado Damon Hill, Prost mais uma vez mostrou não se dar bem na chuva e só ficou em 3° uma volta atrás de Senna por causa do abandono de Rubens Barrichello que vinha em terceiro. Muitos consideram esse a condução mais perfeita de um piloto em toda história, ainda mais vindo de Ayrton Senna, em uma pista molhada.


Um histórico bem maior que esse.

Talvez você tenha discordado de meu TOP 10, mas entre 101 vitórias há muitos outros fatos que deveriam estar aqui, mas não que eu tenha esquecido-os, fatos como a dobradinha Piquet-Senna na Hungria 1986, ou a vitória de Massa no GP Brasil 2008, com certeza você lembra de algum outro momento que não foi citado, então comente, quero saber sua opinião também! 

tomara que Felipe Nasr também possa no futuro estar nessa lista!


  Curta-Nos no Facebook!


     Leia outros textos do blog


    
Valeu!