terça-feira, 5 de janeiro de 2016

A história e evolução de Hockenheim.

Localizado em Hockenheim, Baden-Württemberg, na Alemanha, o Hockenheimring foi construído em meio a floresta negra alemã no início da década de 30. Com o passar do tempo, essa pista ficou muito famosa; mas foi se transformando também. Conheça a história do ''anel da toca escondida'' no post de hoje: 


O surgimento:


Traçado original, de 1932.

No dia 25/05/1932, foi inaugurado em Hockenheim uma pista de corridas que tinha como intuito ser usado para testes da Auto Union e para promoção de eventos automobilísticos locais. A pista tinha 12048 metros e era usada em sentido anti-horário.
Durante a 2° guerra mundial, a pista foi desativada, assim como quase tudo na Alemanha.

Depois da guerra, modificações:


No projeto de construção da rodovia Autobahn A6, uma parte da estrada cruzaria um pedaço da parte oeste do circuito. Por causa disso e com certeza em nome do progresso, em 1948 uma parte da pista foi cortada e assim, reduzida para 6817 metros. 
Além disso, outras modificações na pista foram feitas, contribuindo para redução no comprimento do traçado.
A partir daí, a pista passou a ser usada em sentido horário.

Traçado reformado depois da guerra.



Mais mudanças, para atrair grandes corridas:

Mesmo com as mudanças feitas em 1948, a pista recebia apenas corridas de motociclismo e algumas corridas de Fórmula 2. Foi então que, para deixar a pista mais atraente ainda aos olhos dos eventos internacionais, uma nova mudança foi feita. 
Uma grande área de arquibancadas e uma nova sequência de curvas após o fim da reta oposta foi criada, parte essa que depois viria a ser conhecida como ''estádio''.
Com tudo isso, grandes eventos começaram a acontecer lá, até que em 1970 ocorreu a 1° corrida de F1 em Hockenheim. Corrida essa que foi vencida pelo austríaco Jochen Rindt, da Lotus.
Mesmo assim a pista não foi aprovada e o GP da Alemanha voltou para Nurburgring até 1976.

Traçado que foi usado entre 1965 e 1979.


Mais mudanças, em nome da segurança:

Uma tragédia abalou a todos em 1980, pois o francês Patrick Depailler morreu após bater na Ostkurve, por isso foi criada uma nova chicane lá.
Essa versão do traçado permaneceu ativa até 2001, pois as mudanças feitas de 1980 até lá foram poucas, um alongamento das chicanes Senna e Clark foram as únicas alterações entre esses anos.

A curva 6 só ganhou o nome de Senna Kurve em 1995.


Das alte ring Abschied (a despedida da antiga pista):

Em outubro de 2000, foi anunciado que por leis ambientas e por causa de um projeto de reflorestamento, a parte da floresta deveria ser desocupada. Com isso, a pista teria que sofrer uma grande mutilação. O último GP na pista antiga aconteceu em 2001, essa corrida foi vencida por uma alemão; Ralf Schumacher.
Uma volta na antiga pista, a bordo da Ferrari de Rubens Barrichello, vencedor do GP da Alemanha de 2000:




O traçado atual: 



Desenhado pelo projetista Hermann Tilke o traçado atual de Hockenheim tem 4.574 metros e 13 curvas, 6 delas ainda do traçado antigo. A parte do estádio permanece como sempre esteve, mas outra área de arquibancadas foi construída entre as curvas 6 e 7, essa área se chama Mercedes Arena.

Uma volta no traçado atual: 




Fotos do antigo circuito atualmente: