segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Felipe Nasr, sorte ou talento?

O brasileiro Felipe Nasr completou mais uma corrida na zona de pontuação, esta já é a 6° corrida do brasiliense nos pontos. Mas será que Nasr está surpreendendo mesmo ou está contando com a sorte e aproveitando-se das falhas dos adversários para somar no campeonato? Veja mais sobre o desempenho do brasileiro no post de hoje:


























                                                                          Suas corridas na zona de pontuação:

Austrália: Nasr fez uma estreia de altíssimo nível na Fórmula 1, com um 5°lugar no GP da Austrália, mostrou-se consistente em toda prova e além disso teve ótimos duelos contra Daniel Ricciardo e Carlos Sainz. Jr.

China: Mostrou-se forte passando para o Q3 e se classificando a frente de Marcus Ericsson, na corrida continuou liderando seu pelotão, mostrando mais uma vez um ritmo consistente e terminando em 8°.

Mônaco: Felipe largou em 16°, não foi um sábado bom para ele. Na corrida conseguiu um ótimo ritmo, aproveitando de abandonos e cruzando a linha de chegada em 9°;

Singapura: Nasr já estava há várias provas em pontuar, sua Sauber não estava ajudando também. No sábado, conseguiu o 16°lugar no grid, novamente a frente de Ericsson. Na corrida, Felipe aproveitou de uma boa estratégia e de abandonos para conseguir terminar em 10°. 

Rússia: Felipe fez uma excelente qualificação, largando em 12°, quase passando para o Q3. Na corrida dá para se dizer que o desempenho de Nasr nunca foi tão bom quanto naquele fim de semana, pois o brasileiro chegou a ficar na vice liderança da corrida e após ter uma ótima estratégia de pneus, terminou em 6° lugar.

Estados Unidos: Num fim de semana problemático por conta do clima, Nasr não fez um bom treino classificatório e largou até atrás de Ericsson. Na corrida, também não teve sorte, quebrou o bico e chegou a ficar em último, porém devido as entradas do Safety car e os abandonos dos adversários, o brasileiro ainda pôde comemorar mais dois pontos no campeonato com um 9° lugar.   


                                                                    Análise sobre Nasr nos EUA:


Após a corrida, a chefe de equipe da Sauber Monisha Kaltenborn disse: “Nós não podemos absolutamente ficar satisfeitos com esse fim de semana. Não é desculpa que um piloto não conhecia a pista antes e nós tivemos como dar muitas voltas aqui. Quase tudo que não deveria acontecer durante uma corrida aconteceu. O resultado foi positivo, mas não podemos contar apenas com a sorte no futuro.” 

Bem, a Sauber deve sim trabalhar para que em 2016 possam ter mais resultados como esse, Nasr tem contado bastante com a sorte, mas mesmo assim podemos encher ele de méritos, pois além de ser estreante na categoria, vem tendo resultados ótimos resultados com o 2° pior carro do grid, esperamos que em 2016 Nasr e Sauber possam melhorar mais ainda e que o futuro de ambos seja próspero. 

  Clique aqui para: 
Curtir-Nos no Facebook!

Ler outros textos do blog




Valeu!